Os 5 chefes mais difíceis de Cuphead - BetaQuest

Os 5 chefes mais difíceis de Cuphead

Cuphead
Foto: Reprodução
Cuphead foi lançado há exatos dois anos, e ganhou fama pela sua dificuldade e batalhas de chefe insanas. Para comemorar o aniversário da obra-prima do MDHRStudios, listamos os 5 chefes mais difíceis do jogo. Confira:

5º lugar - Fogo de Chão

Cuphead
Foto: Reprodução
Um dos chefes da Ilha Tinteiro 2, o dragão Fogo de Chão tem uma luta complicada principalmente pelo fato de o jogador ter de pular entre plataformas enquanto o enfrenta. Em minha experiência, a parte mais difícil desta luta foi a segunda, na qual algumas chamas saem da língua do dragão e marcham de um lado para o outro da tela. Algumas delas pulam, e, embora dê para prever a direção na qual elas vão, é difícil prever o quão alto elas vão pular, de modo que ficar nas plataformas mais altas não garanta a segurança do jogador.

4º lugar - Abélia Reale

Cuphead
Foto: Reprodução
Na luta contra a Abélia Reale, o jogador também deve pular entre plataformas para fugir do mel, que sobe em vertical, e para desviar dos ataques lançados pela abelha. A segunda parte da luta é, de longe, a pior, especialmente quando a chefe dispara balas que vão ziguezagueando pela tela. Desviar dessas balas quando você ainda não pegou o jeito da luta pode dar uma baita dor de cabeça.

3º lugar - Rei Dado

Cuphead
Foto: Reprodução
O grande problema dessa luta é ter que enfrentar, no mínimo, três subchefes (e no máximo nove!) antes da batalha contra o Rei Dado. Alguns desses subchefes são bem difíceis, então você deve escolher com cuidado quais deles enfrentar, já que a vida não se regenera. O ideal é preservar o máximo de vida possível para a fase final da luta, que é quando o jogador enfrenta o Rei Dado em si.

Na fase final, o jogador também enfrenta uma grande dificuldade, e, para evitar as cartas lançadas pelo Rei Dado, a habilidade do parry deve estar muito bem dominada.

2º lugar - Diabo

Cuphead
Foto: Reprodução
O chefe final, ainda que não seja o mais difícil do jogo, está à altura da dificuldade de Cuphead. O Diabo oferece, sem dúvidas, um grande desafio, especialmente na primeira fase da luta, onde alguns dos ataques são bem difíceis de desviar. Além dos ataques do chefe, o jogador deve se preocupar com os diabinhos roxos que correm de um lado para o outro da tela.

As fases seguintes, ainda que sejam mais fáceis que a primeira exigem mais habilidade na parte de plataforma. Ainda que não se compare à luta contra o Rei Dado neste sentido, a luta contra o Diabo também é bastante longa. Dessa maneira, é essencial que o jogador evite tomar dano de bobeira logo no início, pois nesta luta isso pode custar mais caro do que em outras.

1º lugar -Robô do Dr. Kalo

Cuphead
Foto: Polygon/Reprodução
Um dos chefes da Ilha Tinteiro 3, assim como a Abélia Reale, o Robô do Dr. Kalo foi o chefe que, particularmente, me ofereceu o maior desafio. Em sua primeira fase, o jogador deve pilotar o avião e atacar e destruir três partes do Robô: a cabeça, o peito e a barriga. Ao destruir cada uma dessas partes, o Robô passa a lançar novos ataques, entre eles um ímã, bombas perseguidoras, e as peças que voam da cabeça. Desviar dos ataques, especialmente quando o ímã é usado, não é uma tarefa fácil.

Porém, nada se compara à última fase, quando o Dr. Kalo, pilotando a cabeça do Robô, inicia um bullet hell com diversos projéteis pequenos e dificílimos de desviar. Além disso, o jogador deve desviar das placas elétricas espalhadas pelo cenário, o que faz com que esta batalha seja um grande teste de pilotagem.

Concorda com a lista? Discorda? Deixe nos comentários! Confira também nossa análise de Cuphead!


VICTOR BARRETO

Estudante de jornalismo na maior parte do tempo e um viciado em videogames nas horas vagas. Amo futebol e sou torcedor fanático do Corinthians apesar de ser santista de nascimento. Também sou apaixonado por ouvir e tocar música.


Tecnologia do Blogger.