Em meio a polêmicas, Coringa ganha classificação indicativa - BetaQuest

Em meio a polêmicas, Coringa ganha classificação indicativa

Foto: Reprodução

O Ministério da Justiça anunciou a classificação indicativa para o filme Coringa. O longa que conta a história de um dos maiores vilões da cultura pop foi definido para um público com no mínimo 16 anos. 

A notícia vem após sites de noticia anunciarem que os cinemas e os órgãos de segurança dos Estados Unidos estão em alerta em relação ao filme. Por ter como protagonista um personagem extremamente violento, há uma preocupação de que o longa possa incitar um comportamento perigoso por parte do público e das pessoas em geral.


Tragédia e repercussão

Foto: Reprodução

Uma parcela dos fãs de cinema vão contra a ideia de que o filme possa influenciar o público dessa maneira. No entanto, vale lembrar que em 2012 um massacre foi realizado na cidade de Aurora, no Colorado, quando um homem fantasiado de Coringa invadiu um cinema e matou doze pessoas a tiros. A tragédia ocorreu durante a estreia do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge.

De acordo com matéria do site The Telegraph, um grupo formado por sobreviventes do massacre e familiares enviou uma carta para a Warner, recentemente, para tratar do novo filme da companhia. Entre os temas abordados, o grupo lembrou da responsabilidade dos líderes do estúdio com relação à segurança do público.

Enquanto estava sendo entrevistado sobre o novo filme, o ator Joaquin Phoenix também foi pego em uma saia justa. O repórter do The Telegraph questionou o ator se o filme não poderia inspirar pessoas na vida real, que fossem parecidas com o protagonista, e se isso não acarretaria em consequências trágicas.

Nervoso com a situação, Phoenix teria deixado a entrevista e retornado uma hora depois, após ter conversado com funcionários de Relações Públicas da Warner.

Precauções

Foto: Reprodução

O site de notícias Gizmodo divulgou que o Exército Americano estaria instruindo seus membros a ficarem alertas sobre a possibilidade de ataques a tiros em sessões do filme Coringa. As instruções seriam apenas uma precaução, sem nenhuma confirmação real de um ataque. Essa medida teria sido tomada após membros do FBI descobrirem posts de extremistas em redes sociais.

A revista Exame também divulgou em matéria que a polícia de Los Angeles pretende aumentar o número de policiais nas ruas que se localizem próximas aos cinemas durante a estreia do filme.

Os cinemas também estão tomando medidas com relação à produção. O estabelecimento em que ocorreu a tragédia de 2012, por exemplo, não irá reproduzir o filme. A rede de cinema, Landmark Cinemas, por sua vez, proibiu que o público utilize fantasias e máscaras durante as exibições de Coringa.

Coringa estreia em 3 de outubro no Brasil.


PEDRO FONSECA

Fã de super-heróis desde criança, sou um nerd/otaku convicto. Também curto esportes, video-games, filmes, séries, música e livros. Meu objetivo é evoluir sempre, por isso, entrego a vocês o melhor de mim.
Tecnologia do Blogger.